Com que linguagem de programação começar?

O objetivo deste artigo é fornecer o máximo de esclarecimento possível para aqueles que são novos em programação e que se perguntam justamente com qual linguagem de programação devem começar.

Este artigo responderá às perguntas usuais que os iniciantes se fazem e ajudará a escolher qual linguagem de programação começar.

O que é “saber programar”?

Na programação, encontramos opiniões muito diferentes sobre o termo “saber programar”. Alguém que acabou de concluir um curso on-line de programação e faz “pequenos programas” há uma semana sabe programar?

E se lhe pedirmos uma tarefa que ela não sabe realizar com a mesma linguagem de programação, ela ainda sabe programar? E o que acontece se ela tiver adquirido um método de aprendizagem que lhe permita realizar a tarefa de forma diferente?

É daqui que vêm muitas resenhas de livros que falam sobre aprender a programar “em duas semanas”.

Na verdade, não há respostas objetivas para essa pergunta. Sempre haverá alguém que sabe mais e alguém que sabe menos que você. O primeiro dirá que você é um “noob” e o segundo dirá que você é um “profissional“.

A programação é uma área que leva anos e anos para ter um bom domínio. E, mesmo assim, se você parar, facilmente perderá o domínio que tinha quando as novas especificidades foram sendo adicionadas à linguagem de programação que você sabia.

Aprender a programar não é (apenas) aprender a sintaxe de uma linguagem e as várias palavras-chave, mas saber como criar um determinado programa que corresponda ao objetivo desejado, em um tempo respeitável, com ferramentas e métodos precisos.

Programar é resolver um problema.

Você pode imaginar uma linguagem de programação como uma linguagem falada. Aprender verbos básicos e saber como construir uma sentença é um começo muito bom, mas isso não basta para falar diretamente com um falante nativo do idioma.

Para fazer isso, você também deve falar. Fale várias vezes até adquirir os reflexos certos e conseguir se expressar da maneira mais clara e fácil possível.

Algumas linguagens faladas são mais difíceis de aprender do que outras, assim como algumas linguagens de programação são mais difíceis de aprender do que outras.

Quais são as qualidades necessárias para ser um programador?

Aqui estão algumas qualidades que ajudam muito no campo da programação:

Ser apaixonado(a).

Isso é realmente um critério que ajuda em todas as áreas da vida, se você é apaixonado por algo, você terá a força para aprender, para superar as dificuldades e para ter sucesso, e estará sempre de cabeça erguida até o fim. Na programação, você deve gostar principalmente de aprender, resolver problemas e nunca desistir.

Não desista.

Aprender” quer dizer que muitas vezes você precisará estudar coisas novas para realizar esta ou aquela tarefa.

Resolver problemas quer dizer que um dia você provavelmente estará na frente da tela, bloqueado por não saber como organizar seu programa ou escrever uma determinada função.

Por falta de tempo, motivação ou complexidade do problema, desistimos facilmente. Embora a solução esteja muitas vezes mais próxima do que imaginamos.

Você não precisa de um diploma para começar a programar. Esperar um diploma ou ser admitido em uma universidade específica é uma perda de tempo. Tempo este que está sendo gasto enquanto você pode usá-lo para aprender a programar como uma pessoa autodidata. Você não tem dinheiro? Há muita informação gratuita na Internet.

Algumas pessoas são realmente boas em programação e, no entanto, começaram com nada, sem dinheiro, sem diploma, e até mesmo sem computadores.

Por outro lado, às vezes pensamos que essa ou aquela tarefa requer anos de trabalho, quando já existe uma solução muito simples. Não reinvente a roda se não for necessário.

Pratique.

É importante praticar diretamente com o livro que você está lendo. Um diploma não certifica sua qualidade como programador, mas sua prática e sua experiência, sim, certificam.

Ler livros não é suficiente, você precisa ler o código acima de tudo. Ao ler o código de outras pessoas sobre o mesmo assunto que nos interessa, descobrimos outras formas de programação. Às vezes, descobrimos maneiras mais eficazes ou mais diretas de fazer as coisas. E, em geral, aprendemos a programar de maneira bastante simples.

Código Aberto ou não?

Estamos entrando em um grande debate aqui. O objetivo do artigo é deixar a escolha em suas mãos. A comunidade de Código Aberto é grande e muitas vezes as pessoas são impulsionadas com a ideia de programar e ajudar a melhorar o mundo juntas, além de fazerem mais o estilo “hacker”.

Os projetos de Código Aberto que você encontrará em grande número no github.com vão fazer com que você reutilize os projetos de outras pessoas para aprimorá-los ou desenvolvê-los conforme os seus próprios objetivos. Você não vai reinventar a roda, mas vai melhorá-la. Além disso, você tem a oportunidade de praticar e se comunicar com pessoas que já conhecem a área que quer aprender.

Por outro lado, a programação de software “fechado” (cujo código não é distribuído, ao contrário de um programa de Código Aberto) permite que você assuma os créditos pela criação do programa e, muitas vezes, tenha lucro com ele.

No restante do artigo, mostrarei várias linguagens de programação completamente diferentes. Assim, você pode encontrar o que melhor se adapta às suas necessidades. Para continuar a analogia com os idiomas, é como se você estivesse fazendo uma imersão na China e depois no Japão para descobrir qual idioma você mais gosta, caso você hesite entre os dois.

Qual é a melhor linguagem para começar?

Mais informações sobre qual linguagem começar.

Vamos agora dar uma olhada em várias linguagens de programação populares e o que pode ser feito com elas, isto lhe dará uma melhor ideia de para onde ir a partir daqui, especialmente quando várias linguagens podem ser utilizadas para o seu propósito.

Programação em Java:

O Java é uma linguagem de programação muito popular. É mesmo a mais popular, de acordo com estatísticas anteriores.

O Java é a linguagem oficialmente suportada para escrever aplicativos Android.

Aqui está um exemplo de código Java:

O código acima é retirado de um aplicativo Android que permite monitoramento de rede:

https://github.com/caarmen/network-monitor

Obviamente, o Java não é apenas reservado para aplicativos Android, mas também permite criar programas para Windows, Mac e Linux. Dizemos que ele é “portátil”.

Para começar com o JAVA :

Você pode começar através do site “oficial”: http://www.oracle.com/technetwork/topics/newtojava/overview/index.html.

Observe: muitos tutoriais estão em inglês. Eu não indiquei isso nos requisitos, mas compreender inglês é uma vantagem para entender alguns tutoriais (e até alguns códigos).

Outro ótimo recurso para começar é o LearnJavaOnline: http://www.learnjavaonline.org/

O LearnJavaOnline permite escrever o código Java diretamente online e obter o resultado da execução.

O Java é uma linguagem de programação orientada a objetos, por isso é altamente recomendável aprender os conceitos de programação orientada a objetos.

Quer começar logo? Siga nossa introdução AQUI

Programação em C:

Aqui está um exemplo de código C:

exemplo de código C

 

 

A linguagem C é muito popular e muitas vezes apresentada no desenvolvimento de um software poderoso. Também é perfeitamente portátil e é muitas vezes usada como base para sistemas operacionais. É uma linguagem de programação de baixo nível e imperativa (ao contrário de Java e outras). Concretamente, isso significa que o C se aproxima da linguagem da máquina (binária).

No entanto, é uma linguagem mais difícil de dominar do que outras que veremos. Mas, por outro lado, é mais poderosa.

Programação em C ++:

Aqui está um exemplo de código em C ++:

exemplo de código em C ++

A linguagem C ++ também é muito popular. Provavelmente é utilizada na maioria dos softwares e videogames que você conhece.

Ela usa a linguagem C com algumas diferenças, incluindo o fato de ser orientada a objetos.

Comece com C ++:

Você pode ler mais sobre isso no site oficial:

http://www.cplusplus.com/doc/tutorial/

Aqui está outro tutorial interessante em inglês:

http://www.tutorialspoint.com/cplusplus/

Programação em Python:

Aqui está um exemplo de código Python:

exemplo de código Python

Python é uma linguagem que rapidamente se tornou popular. Ela é orientada a objetos e portátil. Portanto, ela pode ser usada para vários tipos diferentes de programas, e a interface que você vê na imagem acima é a de uma interface de “console”, mas o Python pode muito bem ser usado para criar interfaces de usuário clássicas.

Como continuar?

Agora, através deste artigo e dos links fornecidos, você deve saber o que quer programar e em qual linguagem. Então tudo que você tem que fazer é aprender o básico, pegar um exemplo, tentar compilar e modificar.